Julho 2013

July 1, 2013

Mímico

Olho 'nu' espelho
e me vejo cada vez
mais parecido com o
ideal
de mim mesmo.

Ando
e meus passos são
mímica
de meus pensamentos.

Desamarrados,
oscilam com o
vento.

Faço das palavras
asas.
Qualquer papel é
destino.

Ontem,
Títere.
Hoje,
Pássaro.

Amanhã,
Eu mesmo
mais um nome refletido no
olho 'nu' espelho.

 

Amador

Um rosto esquecido
um corpo vencido
um copo invertido
na mesa de um bar.

Ama-dor.

Não soube jogar
envelheceu sozinho
tragado pelo vinho
morreu sem amar.

 

 

Entre

O entre,
a pausa,
a espera,
o sopro,
o estômago contrai,
um soco,
respiro,
piro
e digo...

 

Encontro

Viajei,
atravessei rios,
montanhas,
florestas,
vulcões
e neves eternas.
Tudo isso para encontrar,
do outro lado do mar,
sentado num botequim,
a mim.

 

Aparência

Às vezes é preciso ir pra bem longe...

de tudo que lembre a gente,

que seja da gente,

que pareça com a gente

e que nem sempre é semente...

por vezes só-mente.

 

abandonei o espelho,

despi-me de meus próprios conceitos.

 

E fui para onde...

 

Os caminhos são esquecidos pelo tempo,

o vento me libera dos pensamentos,

presente... 

Só e o silêncio.

 

A fome, o frio, a sede, o medo,

a euforia, a tristeza, a alegria...

Vêm e vão, em vão...

sem afobação, sem desespero.

 

E, num momento impreciso,

em algum ponto perdido

ou num sopro qualquer de vento,

senti o aroma de minha essência...

 

Respirei fundo...

Voltei pra casa com uma nova aparência. 

 

Pequeno encontro com a tristeza

No frio da montanha mais gelada
encontrei uma tristeza sentada,
perguntei-lhe assim:
- Que fazes sozinha aqui?
- Nessas montanhas, sou sempre abandonada.
Estou descansando, meu caminho será longo.
voltarei a cidade, lá tenho mais oportunidades.
Desejei-lhe boa viagem,
ofereci um pouco de água e chá
e, em minha companhia,
continuei a caminhar.

 

Solidão

Solidão
é a negação de si.
Nunca estou só
quando tenho a mim.

 

Sono dos cansados

Não tem sono melhor
do que o dos cansados,
dos que viveram demais,
correram demais,
voaram demais,
sonharam demais
e, sem mais, dormiram.

Postado por Marina Feldhues às 03:59 Nenhum comentário:Links para esta postagem 

Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar com o Pinterest

Domestica-se humor.
estava escrito na placa
mais uma piada.

Please reload

Posts Recentes

09.12.2016

09.12.2016

Please reload

Arquivo
Please reload