Março 2015

Silencio

StartFragment

No mundo do Silencio So se chega sosinho, Trazendo na mala bastante vazio. E' um mundo azul, Onde posso me deitar, Olhar para o ceu e observar... A Chuva que molha a minha pele Pele que se dilata para receber a agua Agua que escorre prateada pela Lua Lua que nua caminha no espaco espaco vazio em que me acho. Do Mundo do silencio Volto em minha companhia, Na mala posibilidades e Alegria.

EndFragment


Posts Recentes
Arquivo